NoEDC.jpg
Buscar
  • D. C. Blackwell

5 animações japonesas pra assistir na quarentena

Olá, queri@s leitor@s! 

        Hoje, trago uma matéria muito especial pra quem está precisando de dicas de o quê assistir nestes tempos de quarentena. Trouxe, então, 5 animações japonesas para todos os gostos! E todas disponíveis na Netflix! É só escolher.

Aggretsuko



         Retsuko é uma panda vermelha que trabalha em um escritório de contabilidade. Neste mundo onde a única diferença entre a fantasia e a vida real é o fato de que todas as pessoas são animais, sua vida consiste em trabalhar e dormir, e quando Retsuko se sente sobrecarregada por sua exaustiva rotina, seu chefe abusivo e seus colegas irritantes, ela desabafa cantando metal num karaokê privado. 


        Esta série de comédia aborda vários elementos do cotidiano da maioria das pessoas por aí, e é justamente esse o motivo de ser tão genial. Retsuko é uma jovem tranquila que apenas quer estar em paz, mas acaba se envolvendo em situações embaraçosas no trabalho e na vida pessoal, se redescobrindo a cada nova lição que a vida lhe dá. Todas as personagens são complexas e bem desenvolvidas, além de crescerem ao longo da trama, e isto significa que tudo o que acontece nesta série é lembrado e tem consequências – tanto positivas quanto negativas. Aggretsuko me fez rir muito pela maneira como me identifiquei com várias situações e pensamentos típicos de quem trabalha em um escritório repleto de pessoas diferentes, e também me fez chorar ao trazer questionamentos pessoais que cada indivíduo tem: Amor, carreira, família, futuro... Vale a pena conferir!



Your Name


             Kimi no Na Wa, em japonês, é um longa animado de romance adolescente entre uma garota do interior e um rapaz da cidade grande que passam a trocar de corpo involuntariamente todos os dias. Num dia, Mitsuha acorda no corpo de Taki e vice-versa. No outro, já em seus devidos corpos eles precisam lidar com as consequências das ações do dia anterior.


        O longa é tão famoso e bem produzido, que os fãs ainda tiram fotos nos lugares em que ocorrem algumas das cenas mais icônicas. A trama também envolve um aprofundamento na observação das diferenças culturais dentro do próprio Japão, o que torna a animação muito rica neste sentido. Somos capazes de, através da história de Makoto Shinkai, adentrar dois corações tão diferentes e ver como esta mistura resulta nas mais engraçadas e apaixonantes experiências entre Taki e Mitsuha – além de vermos como o casal se soma e cresce junto através dessa troca de culturas e de gênero.

Princesa Mononoke


        Esta história se passa no Japão da era Muromachi, numa realidade fantástica na qual humanos convivem com deuses e feras. Os três poderes, como se pode imaginar, estão em conflito, e guerra é iminente. Mas os humanos não são exatamente os heróis desta história. Um príncipe humano chamado Ashitaka vaga em busca de uma cura para sua maldição enquanto San, uma garota criada por deuses-lobo, tenta evitar um conflito entre os humanos e as feras de sua região.


        A obra possui um riquíssimo conteúdo cultural e tem como plano de fundo um vasto folclore nacional nipônico pouco conhecido no ocidente. Não obstante, a trama levanta questões morais e espirituais de maneira tão intrínseca e ao mesmo tempo sagaz, que pode servir de alegoria para as nossas vidas, ainda mais quando se fala de uma revolta da natureza contra os Homens, tema que cabe a nós cada vez mais conforme a humanidade continua em busca de riquezas sem medir as consequências da natureza para este fim.

Psycho Pass



        Atualmente, o anime conta com três temporadas, mas gostaria de focar na primeira, que contém uma história fechada em si mesma, sem necessidade de avançar na trama.


        Imagine um mundo onde você é medid@ pela sua tendência a cometer crimes. Sim, não estamos falando de crimes que já foram cometidos, ou sequer de crimes que ainda ocorrerão, mas de probabilidade. Este é Psycho Pass, seu cartão pessoal que mede seu Coeficiente Criminoso e determina se você deve ou não ser detido pela polícia ou até mesmo mort@ no ato. Nossa protagonista, Akane Sunemori, é uma detetive recém contratada pela polícia do Japão futurista e sua equipe é composta de ex-agentes que vivenciaram tantos traumas em sua carreira, que acabaram tornando-se criminosos latentes. Devido a isso, estes adquiriram o título e cargo de cães de caça, totalmente dispensáveis quando necessário. O grande vilão é um terrorista que não é detectado como criminoso pelo sistema SYBIL e que busca mudar a sociedade – mesmo que à força.


        Nesta série dramática, Akane depara com questões sociais e psicológicas, muitas vezes nos questionando o que é certo ou errado, e o quanto alguém é realmente culpado por suas próprias ações. Quais os limites que devemos nos impor para alcançarmos a Ordem? Até onde devemos ir para evitar um crime? A partir de quando um inocente vira um culpado, e quem é o responsável por essa mudança? Estas são algumas das questões mais abordadas ao longo desta série, na qual não há bons ou maus, apenas ordem e caos, liberdade e crueldade, segurança e imparcialidade.

One Punch Man



         Por último, e pra dar uma relaxada nos temas sérios, indico uma comédia. Neste mundo, quase todos têm super poderes e podem tirar carteira para trabalharem como super heróis para o governo. Risadas são garantidas quando vemos o poderoso Saitama, o super herói mais forte e resistente da Terra, entediar-se por não conseguir um oponente que aguente mais que apenas um soco seu. Saitama não liga para dinheiro ou fama, como muitos dos super-heróis por aí. Ele só quer viver em paz e ter uma batalha digna.


        Apesar de ter o poder de um deus, Saitama é um homem humilde, pacífico e de bom coração. O problema é que ninguém o leva a sério, e isto é uma das coisas mais engraçadas na série, já que qualquer outra pessoa em seu lugar seria capaz de dominar o mundo – por admiração ou medo. Um dos poucos heróis que vê o poder de Saitama e o admira é Genos, o androide mais solene que já existiu. Ele busca a amizade de Saitama na esperança de tornar-se tão forte e valoroso como ele, sem ser capaz de ver que o herói com o poder de um deus é o humano mais desleixado do planeta. Se essa série não lhe render boas risadas, nada vai!

           Gostou da matéria? Tem sugestões? Então comente aqui com a gente! Estamos sempre dispostos a trocar experiências e ideias, e também estamos abertos a pedidos!