NoEDC.jpg
Buscar
  • Gisele Alvares Gonçalves

Legacies - S3E13

Olá, vampirinhos e bruxinhas do meu coração, tudo bem com vocês? Hoje vamos falar sobre um episódio incrível de Legacies, que foi tão perfeito que me fez ter esperança de um futuro promissor para a série! Gente, que perigo isso. E para começar já falando sobre o olho do furacão da polêmica do dia, vamos comentar um pouco sobre Finch e Josie. Não, não shipo o casal, e não acho que elas possuem química, mas eu jamais acharia bonito alguém atacar alguma das atrizes por conta disso. Acho este tipo de comportamento infantil e repleto de vícios de moral, e em nenhum fandom, em nenhuma situação eu poderia apoiar uma pessoa que inferniza um artista por conta do papel que ele representa em um audiovisual. Então vamos crescer, ok? Vamos lidar com nossos próprios sentimentos de forma mais madura, respeitando os outros e sabendo separar a ficção da vida real. Titia Gisele agradece o esforço.



Falando mais especificamente sobre o casal… Eu estou sentindo um maior desenvolvimento da Finch, o que é ótimo, e talvez eu pudesse até shippar mais ela com a Josie se eu não percebesse a inclusão desse relacionamento na trama como uma forçação de barra completa. Tipo, a lobinha já apareceu na série como uma pretendente da Josie, mesmo antes de nós sabermos qualquer coisa sobre a personagem! Que louco, não? Ao mesmo tempo, como eu vou shippar ela se eu não sei o que ela representa para a série enquanto indivíduo? Não rola, não é mesmo?


Ainda assim, foi bem legal ver a Finch toda deslocada na escola Salvatore, e depois vindo a se enturmar com os lobos. Acredito que essas cenas deram profundidade à personagem, e nos fizeram ver ela sob outro ângulo, vindo a entender melhor a sua personalidade. Espero que a série continue nessa pegada, em especial em relação aos personagens novos, pois esse era um ponto muito criticado na temporada anterior (cof cof, Sebastian, cof cof), e me deixa muito feliz ver que a Julie Plec está querendo consertar os erros do passado para termos uma série mais coesa e mais profunda.


O interessante é que, com todo esse envolvimento com a Finch, a Josie acabou se tornando uma pessoa mais leve e mais fofa, e até eu não tenho mais ranço dela. Estou gostando bastante das cenas dessa bruxinha, ainda que ela não tenha se tornado uma diva pra mim, e estou adorando ver a interação dela com o Alaric. Claro, para a família estar completa só faltou a Lizzie no episódio… Ela fez muita falta! Estou ansiosa, inclusive, para falar sobre o próximo capítulo com vocês, aquele que a Lizzie quase protagoniza a história. Ainda assim, mesmo com a ausência da Lizzie, a família Saltzman estava muito bem representada com a Josie e o Alaric, e eu estou ansiosa para ver mais sobre essa reaproximação de pai e filha.


Bom, chega de Josie… Vamos falar sobre a diva do momento, a Cleo. Cara, que cenas incríveis ela teve nesta temporada! Foi muito bom termos os flashbacks explicando sobre a sua origem, em especial porque quem descobriu sobre essa origem da personagem foi o Kaleb, o ship perfeito para a minha musa preferida! Vocês nem sabem como eu sentia saudade de ver flashbacks em Legacies, afinal eu amava essa pegada de ligação com o passado que The Vampire Diaries tinha. Vamos combinar, flashbacks ajudam sim a dar profundidade para o personagem, auxiliando-nos a perceber a raiz de seus problemas. E quanto ao Kaleb ver tudo com seus olhos, que momento incrível! Tornou a ligação dele com a Cleo mais emocional, mais… Crível. Bem diferente de certo ship por aí (Josie e Finch) que parece que nasceu no além e caiu no nosso colo do nada. Bom, só tenho uma coisa a dizer sobre tudo isso: Cleo e Kaleb é um casalzão sim, quer você aceite ou não!



Falando em casais, eu não poderia encerrar esta resenha sem falar nele, no Handon nosso de cada dia. Ok, chega de palha-assada… Esse mimimi deles terminarem a toda hora já deu o que tinha que dar. Mas vem cá, ser biologicamente incompatível é uma desculpa muito ruim para o término de um relacionamento, mesmo em um mundo em que tríbridos e golens existem! E camisinha, isso não existe na época deles, não? É só se cuidar, pô! Além disso, não é como se a mulher fosse sangrar em toda a transa, não. Acredito que o Landon saiba sobre este fato.


Eu entendo que o Landon passou por muita coisa durante seu tempo no mundo prisão, mas mesmo as dificuldades que ele enfrentou não seriam capazes de apagar um amor verdadeiro… No máximo auxiliariam ele a amadurecer e tornar-se mais responsável sobre sua própria existência. E, por fim… O Landon acreditou que a Hope seria mais feliz com um golem do que com ele? Que estapafúrdia! Nunca ouvi maior bobagem dita por algum personagem da série. Os motivos do rompimento me fazem rir de nervosa, mas fazer o que? Só estou contanto nos dedos os segundos até eles ficarem juntos novamente, porque adivinha? Sim, eles vão ficar juntos no final, e isso é um fato.


E aí, gostaram dos flashbacks da Cleo? E o que acharam do rompimento da Hope e o Landon, vocês também ficaram achando que não tinha motivo nenhum pra isso? Deixem aí abaixo nos comentários seus pensamentos sobre isso, estarei aguardando ansiosa a resposta de vocês! Enquanto isso, deixo um beijo e um queijo a todos, e uma forte esperança de que possamos nos ver em mais resenhas por aí. Até a próxima!