NoEDC.jpg
Buscar
  • Gisele Alvares Gonçalves

Legacies - S3E8

E aí, bruxas e vampiros do meu coração… Tudo bem? Estamos aqui com mais um episódio de Legacies, e apesar deste definitivamente não ser o meu capítulo preferido da série, ele foi bastante bom e profundo, tendo trabalhado a contento vários personagens. Na real, eu estava torcendo que os roteiristas continuassem nessa pegada mais intensa, mais focada nos personagens e menos nos monstros, mas sabe como é… Quando se trata de Legacies, não dá pra confiar muito: um dia o hype está lá nas alturas, outro dia cai nas profundezas do inferno. É isso, vida que segue, mas vamos falar deste episódio maravilhoso, porque ele deu pano para manga!


Bom, como sempre, vamos começar comentando sobre a nossa querida protagonista, Hope Andrea Mikaelson. Olha, eu sinto que estão sendo bastante injustos com a tríbrida nesse momento… Tanto o fandom quanto os personagens de Legacies. Estão dizendo que a Hope ficou tão louca que, mesmo sabendo que iria matar a Lizzie e a Josie, continuou o plano de resgatar o Landon em todo o caso, e aquele pedido de desculpa que ela deu à Lizzie foi por já saber de antemão que tudo aquilo iria acontecer. Eu não concordo com quem pensa assim, e vou explicar o porquê.


Na minha opinião, ela estava tão concentrada em resgatar o Landon que literalmente não pensou na possibilidade do mundo prisão estar naquele estado radioativo com magia negra. Quero dizer, quem lembrou disso, não é mesmo? Nem a Josie, nem a Lizzie pensaram nesta possibilidade, e nem mesmo o M.G. chegou a esta conclusão! Tudo o que chegaram a pensar é que seria perigoso, mas nunca imaginaram o quão perigoso seria. Ora, se quem estava pensando racionalmente não somou A + B = mundo prisão radioativo, como é que a Hope, que estava emocionalmente abalada, teria chegado nessa conclusão? Há uma falha nesse argumento, o que me leva a crer piamente que a Hope não tinha ideia das consequências que se desencadeariam ao abrir um portal para o mundo prisão, não até o dano ter sido realizado.


Outra coisa: ela pediu desculpa por ter metido a Lizzie nessa furada não porque ela estava com intenção de matar a sua amiga para recuperar o Landon, mas simplesmente porque sua inconsequência levou ao estado caótico das coisas! Ele pediu desculpa porque, uma vez que elas estavam segurando o ascendente e não conseguiam soltá-lo, todas elas sofreriam por causa da magia negra, e possivelmente morreriam. Sim, a Hope também estava sendo infectada, e apesar de amar o Landon, ela não é suicida ainda… Ou seja, foi um efeito colateral não previsto. Ela achou que dava pra encarar a parada, achou que poderia dar tudo certo, mas se deu conta muito tarde de que estava errada. Enfim, quero saber o que você pensa sobre tudo isso, então deixe o seu comentário aí embaixo: afinal de contas, Hope é uma pessoa sádica que mataria as bruxinhas Saltzman de propósito, ou ela apenas foi irresponsável?



Tem gente que está tão mordida com o fato da Hope tentar resgatar seu namorado que até está inventando teorias mirabolantes para dizer que a personagem estava sendo manipulada por Malivore! Gente, calma… Menos. O Damon não atravessou literalmente o espaço e o tempo para voltar para a Elena? E a Elena, quando perdeu seu amado, não começou a se drogar apenas para ter a sensação de estar ao lado dele, mesmo que isto a tornasse perigosa para as outras pessoas? Pois é, paixão é desespero assim mesmo! E, se não for, ao menos em séries e filmes, para mim não tem a menor graça. Amor fofo do dia-a-dia eu já tenho com o meu marido, quando eu vejo um programa de entretenimento eu quero ver algo diferente! Quero ver loucura, intensidade, o sentimento que move montanhas de que tanto ouvimos falar, em cada livro que lemos e em cada canção romântica. A Hope e o Landon tem esse tipo de sentimento, e é algo que eu sempre vou defender com unhas e dentes em roteiros de séries. Não, ainda não shippo Handon, pois acho que os atores não tem química, porém ainda assim vou defender o amor deles até o fim.


Agora, sobre o próximo ponto polêmico: o M.G.. Não, eu não estou gostando do personagem, e entendo o pessoal por ter ficado fulo da vida com ele. Gente, até o Kaleb disse umas verdades, e foi daora! As pessoas entendem mal o negócio, sabe? Quando o Kaleb disse que sempre ajudaria o M.G. e que eles eram família, não queria dizer que ele teria que concordar com tudo o que o outro dissesse e fizesse. Nem casamento é assim, quem dirá amizade! Aliás, às vezes amar significa dizer não para a pessoa, ou simplesmente apontar atitudes erradas dela.


O M.G., no entanto, lidou com toda a questão de uma forma muito imatura, ao meu ver. Quer dizer que amizade só funciona quando todo mundo concorda com ele? Só porque uma vez na vida ele expressou uma opinião diferente não é motivo para fazer bico, pegar a bola e ir embora! Acontece que o vampirinho estava acostumado a concordar com todo mundo, mesmo quando, no fundo, pensava diferente, só para manter a harmonia dos seus relacionamentos. Bom, novidade: nem sempre os relacionamentos vão ser harmoniosos. Somos todos pessoas diferentes, com personalidades e experiências diversas, então eventualmente vamos entrar em choque uns com os outros. Faz parte da vida. Não entender isto como algo saudável e natural, desde que as desavenças aconteçam dentro do campo do respeito, é não entender a dinâmica de qualquer relacionamento que seja.


Resumo da ópera: pra mim, nem o M.G. e nem a Hope foram sensatos… Um desconsiderou o risco que o Landon estava correndo no mundo prisão, e que adiar o resgate para dali um mês poderia ser tarde demais, e a Hope foi a inconsequente que queria salvar o namorado sem um plano, sem avaliar os reais perigos que ela e seus amigos enfrentariam. Dessa forma, a rainha sensata foi a Cleo, que sabia da urgência da missão, mas ao mesmo tempo botou os miolos para funcionar e viu tudo sob uma nova perspectiva. Claro, para ela é mais fácil porque ela não está com os pensamentos viciados sobre Malivore e os monstros, então ela pode literalmente ver aquilo o que os fundadores do esquadrão não conseguem. Ainda assim, parece que ela é a única pessoa inteligente desse grupo! Sério, ela está se mostrando muito diva, mais diva inclusive que a Hope, e eu espero grandes coisas para a personagem ainda nesta temporada.


Ao contrário de algumas teorias que estão rolando pelo fandom, eu não acho que a Cleo vá se revelar uma vilã, ao contrário… Para mim, se ela for se revelar algo, vai ser que ela é a melhor integrante do super esquadrão, aquela que não necessariamente tem maior força física ou magia mais potente, mas tem atributos ainda mais interessantes: cérebro e iniciativa. Sério mesmo, tem como não amar essa bruxinha?


Acho interessante, inclusive, certos aspectos da personalidade da Cleo que nunca vimos em um personagem antes, ao menos não dentro do TVD universe: a necessidade de se conectar com as outras pessoas, mesmo que elas sejam estranhas a ela (o que a faz parecer um pouco intrometida, mas de um jeito charmoso e ingênuo), e a facilidade com que ela entende a situação emocional de todo mundo. Ou seja: além de gata, sotaque sexy, esperta, ela ainda tem um altíssimo nível de inteligência emocional, algo que eu amo demais nela. É muito raro encontrar personagens com essa característica por aí! Olha, se o Kaleb não pegar esse peixão aí, eu vou chamar ele de trouxa pelo resto da minha vida.


Entre teorias e opiniões, eu quase não concordo com nada do que está rolando por aí… No entanto, tem algo que não dá pra ignorar, que é o Landon. Cara, vocês notaram o quanto ele está estranho? Achei ele muito frio com a Hope, sem aquele jeitão Landon de ser! Além disso, tem o sumiço do colar. Bom, este quesito até poderia ter explicação, se algum monstro tivesse lutado com a fênix no mundo prisão e arrancado o colar do pescoço dele, porém ele teria mencionado isso para a Hope, certo? Quero dizer, ninguém perdeu a memória ao sair de qualquer mundo prisão, na história do TVD universe! Se ele está esquecido, é porque tem caroço nesse angu.


Além de não estar com o colar, o Landon sequer mencionou para a Hope a treta que ele passou com o Necromante, e não é do feitio desse personagem ficar escondendo as coisas. Sendo assim, tudo me leva a crer que aquele não é o Landon, mas sim o seu pai, Malivore. De tanto mencionarem que Malivore queria possuir o corpitcho do filho, eventualmente isso aconteceria na série, senão o roteiro acabaria por perder sentido. Sendo assim, acho que finalmente veremos o Aria Shahghasemi atuando como o vilão da temporada, e eu mal posso esperar por isso! Claro, eu preferia que fosse o Clarke que estivesse ali com a Hope, afinal sinto muita falta do personagem, porém acho essa teoria muito improvável de se provar verdadeira. Acredito fielmente que é Malivore ali o tempo inteiro, e que o Landon seja aquele “monstro” que usa uma caveira de animal como máscara. Deve ter uma baita de uma história por trás dessa reviravolta toda, não é mesmo? Bom, agora só nos resta aguardar para saber se tudo isso se comprova, ou se é apenas esperança dos fãs de termos um plot interessante para essa temporada.



E aí, gostou da análise? Concorda que a Cleo está sendo a diva da temporada? E sobre o Landon, também acha que, na verdade, aquele é Malivore disfarçado? Deixe aí abaixo, nos comentários, sua opinião sobre o episódio, estou ansiosa para trocarmos uma ideia! Enquanto isso, deixo um beijo e um queijo para vocês, e uma vontade imensa de que possamos nos encontrar nas próximas resenhas. Até a próxima!