NoEDC.jpg
Buscar
  • Gisele Alvares Gonçalves

Once Upon a Time – Terceira Temporada

Olá, magos e feiticeiras, tudo bem com vocês? E eis que chegamos à terceira temporada desta série que odiamos amar, e as coisas começam a parecer levemente mais animadoras. Os roteiristas começam a botar a casa em ordem... Não exatamente do jeito que gostaríamos, mas ainda assim melhor do que a bagunça que estava. Aquele clima de mistério gostoso e sério que existia na primeira temporada morreu para sempre e temos que aceitar isto! Agora, no entanto, resta-nos uma série de aventura mais estruturada do que no ano anterior. Ainda assim, acho que podemos contar como uma vitória.



O interessante é que, assim como em outras séries teens que vemos por aí, os roteiristas deram-se por conta que poderiam dividir a temporada em duas metades, e em cada uma teriam a oportunidade de trabalhar um conto de fada diferente, o que foi uma boa saída para consertar a cagada que fizeram com a segunda temporada. Outra boa saída foi fazerem o Henry ser sequestrado e levedo para a Terra do Nunca, pois ele é o único personagem com o poder de unir toda a galera, fazendo com que a Regina se redimisse e se integrasse ao bando. Sim, fazia tempo que o Adam e o Eddie estavam querendo dar um novo rumo para a Regina, e sinceramente? Esta era a única forma disso tornar-se convincente e natural. Pontos para eles.


Uma coisa que ficou ruim, no entanto, foi a explicação da trama do Greg e da Tamara. Cara, sério? Essa resolução foi muita preguiça de pensar... E eu que estava esperando uma seita secreta a la A Ordem, ganhei o que? Eles estavam sendo idiotas o tempo inteiro, e toda a cruzada deles não passava de balela. Deu tanto asco essa explicação que a minha vontade é de ignorar que eles sequer existiram na série.


Apesar destas falhas, no entanto, eu fico muito feliz que Once Upon a Time tenha uma qualidade fundamental: os caras sabem escolher elenco. Gente, o Robbie Kay (Peter Pan) deu um banho de atuação, e a Rebecca Mader (Zelena) também foi um achado e tanto! Ambos ficaram perfeitos em seus papéis, ambos divaram demais na maldade, sambando na cara dos heróis. Fala sério, você também se apaixonou por eles, não é mesmo? Não tem como evitar!



Por fim, queria terminar com outro elogio: a trilha sonora desta temporada ficou mil vezes mais complexa e bela! Gente, se a gente parar para pensar que, durante a primeira temporada, basicamente só tivemos variações do tema principal e do tema dos Charmings, dá pra perceber o quanto evoluímos! É só pensar na música que tocou durante a morte do Neal... Ok, eu sei que a maioria das pessoas não gosta do personagem e ficou feliz com a partida dele, mas é interessante pensar que os roteiristas e, mais importante, os compositores levaram a sério o sacrifício dele, compondo um belíssimo tema dramático para a sua despedida.


E aí, o que acharam da terceira temporada de Once Upon a Time? Também gostaram do Robbie e da Rebecca? E a trilha sonora, vocês também notaram a melhora? Diga aí abaixo, nos comentários, o que você pensa sobre estes assuntos, estou ansiosa para podermos conversar! Enquanto aguardo, deixo um beijo e um queijo a todos, e uma vontade imensa de nos vermos em outras resenhas por aí. Até a próxima!