NoEDC.jpg
Buscar
  • Angers Moorse

Ozark - S03E08



Salve, salve, galera! Tensão rolou solta no episódio 8, “BFF”, no qual Ben foi o personagem principal. Quer saber o que houve com ele? Chega mais!


A trama já começa com Marty indo atrás da terapeuta, Sue, e não achando nada… ou quase nada. Que diabos os nomes de Frank Jackson e Helen Pierce estariam fazendo na agenda de Sue? A pulga já começou a morder a orelha de Marty… acho que ele só precisa de uma confirmação antes de sair para o contra-ataque.


Se ele procura uma confirmação, Wendy parece que já estava sabendo do ocorrido. E foi aí que fiquei grilado: ela descobriu de bobeira ou estava por dentro da trama de assassinato??? Porque foi meio natural a atitude dela com a confirmação de Helen sobre o ocorrido.


Além disso, tô sentindo que essa parceria está com os dias contados, uma vez que as diretas de uma a outra estão mais constantes. E a traíra da Helen já andou fazendo fofoca para o chefão do cartel Navarro, que deu carta branca para a advogada fazer o que for preciso. Minhas teorias de morte de um dos personagens principais estão mais quentes que nunca!


Se Wendy já tem preocupações de sobra com Helen e Marty, mais ainda com o irmão, Ben. E não é por causa do envolvimento dele com Ruth que, by the way, está muito fofo de acompanhar! Os dois pombinhos estão cada vez mais conectados e a primeira cena entre eles já deixa bem claro isso. Pena que a alegria deles durou pouco.


Enquanto Ruth tenta voltar à normalidade no trabalho (se é que isso é possível), Ben solta seu lado Wolverine e tenta partir para cima de Frank Jr., mas ainda não foi dessa vez. Sobrou para outro cara levar uma surra.



Ben já deixou claro a Ruth que ele não aceita que Marty e Wendy deixem a agressão de Frank Jr. a ela ficar sem retaliação e, nesse ponto, ela até que concorda. Mas ele é mais esperto que se pensa e jogou verde para colher maduro… e fisgou uma importante informação: o casal Byrde tem algo negro atrelado ao passado de Ruth. E esse foi o ponto mais importante do episódio.


Falando em Marty, dessa vez ele jogou pesado pra cima da agente Maya. Já que ela não quer colaborar por bem, vai ser por mal. Mas parece que a reação do FBI sobre sua jogada não foi bem a que ele esperava, e isso pode vir a trazer problemas para as relações com o cartel. Tanto que Helen, como já dito antes, já mexeu os pauzinhos e meio que conquistou carta branca para dar um fim nos dois… víbora!


Outra treta bacana que rolou foi entre Ben e Wendy. Sem papas na língua, Ben deixou claro à irmã que já sabe de todos os podres dela e não vai deixar nada nem ninguém ficar em seu caminho com Ruth… os dois não são tão gente boa assim e, nessa disputa, alguém vai se dar mal… ainda não sabemos quem vai “pagar o pato”.


Sobre a festa da Fundação de Caridade da Família Byrde, rolou de tudo nela. Teve Darlene e Wyatt chegando na beca e deixando Wendy com os nervos à flor da pele, o primeiro beijo (tcharam!!!) entre Eric e Jonah sob os olhares da irmã coruja, Charlotte, discursos do Senador Wade e, para deixar as coisas mais apimentadas, Ben “metendo o louco” pra cima de Wendy e Marty… essa cena foi insana!


Resultado da noite: Ben internado em um hospital psiquiátrico, cuja internação foi proposta por Helen (de novo, essa jararaca!), a reputação do casal Byrde junto ao cartel começando a naufragar, Ruth com o coração despedaçado por causa de Ben (mais ainda, por causa das revelações que surgiram na conversa entre os dois no hospital) e o momento fofura do episódio entre os irmãos Charlotte e Jonah, relembrando o beijo de Erin nele… falei que essa mina ia balançar as estruturas!


Outra peça fundamental do episódio foi Darlene, que mostrou ser capaz de qualquer coisa e conseguiu tirar Ben do hospital, após Ruth ter uma conversa com o primo Wyatt e ele dizer que Darlene poderia ajudar. Sabe que, às vezes, começo a gostar mais dela que da Wendy? Confesso que, no início da temporada, meu coração batia forte pela Wendy. Mas, depois dos últimos acontecimentos, comecei a mudar de lado e torcer pela Darlene… apesar de achar a relação dela com o Wyatt bizarra e perigosa demais.


Para fechar o episódio com a cereja do bolo, adivinha qual foi a primeira parada de Ben ao sair do hospital? Vou deixar você pensar um pouquinho… já pensou? Bem, se você respondeu que ele foi atrás de Ruth, Wendy ou Frank Jr., errou! A primeira parada foi na casa de Helen… e ele já chegou tocando o terror!



O mais legal de tudo foi que Erin estava junto da mãe quando Ben chegou e ouviu as ameaças e revelações dele sobre ela. Obviamente, a gatinha não tinha ideia do envolvimento da mãe com tudo aquilo e, mais obviamente ainda, Helen negou tudo à filha… capaz que ela iria contar a verdade e colocar em xeque a relação entre as duas, ainda mais agora que as coisas pareciam entrar nos eixos entre elas!


Minha única preocupação (e temor) é que, mais cedo ou mais tarde, Erin saberá de toda a verdade e, por tabela, começará a questionar também se Jonah possui algum envolvimento com os negócios ilegais de Helen e dois pais do garoto. E essas descobertas poderão (ou não, e é aí que fica minha apreensão) balançar uma futura relação entre os dois jovens… espero que não, pois vejo grande futuro para eles em uma eventual quarta temporada.


Ainda não há confirmações sobre isso, mas duvido que não darão continuidade à série, vendo a grande aceitação por parte de crítica e público. Apesar da Netflix não divulgar números oficiais, segundo pesquisas feitas pelo site IndieWire, os números da terceira temporada foram mais que triplicados em relação à segunda, o que indica que a quarta temporada deva ser confirmada muito em breve. Afinal, Ozark tem sido a “galinha dos ovos de ouro” da Netflix neste ano!



Por hoje é isso. Nos encontramos na próxima resenha!