NoEDC.jpg
Buscar
  • Angers Moorse

Ozark - S03E09



Salve, salve, galera! Deu ruim para nosso querido Ben nesse episódio. Além disso, Helen também teve sérios problemas para resolver. Quer saber a treta que rolou? Chega mais!


No nono (e penúltimo) episódio, “Fire Pink”, tudo começa após a visita inesperada de Ben a Helen e Erin. O cara meteu fogo de vez no caldeirão da bruxa. Mas, ao que parece, ele se deu conta de que pode virar sapo em breve.


Achei muito bacana o jogo de gato e rato entre Ruth, Marty, Wendy, Darlene e Helen por causa do paradeiro e localização de Ben. Isso deu ao episódio uma pegada bem tensa, repleta de idas e vindas que não deixaram a peteca cair nem por um segundo…. ponto positivo para os showrunners da série!


Das primeiras aparições de Ben até boa parte do episódio passado, fiquei com aquela sensação de que Ben não era louco, mas sim um cara mal compreendido. Mas, neste episódio, todas as minhas certezas (e dúvidas) sobre a sanidade mental dele foram dizimadas… o cara não “mete o louco”... ele é louco mesmo!


Contudo, é o tipo de louco que você ama… um louco que apenas quer ser feliz, ter uma vida normal, uma companhia, emprego, casa, gato, cachorro, papagaio, cabra, e por aí vai. Mas, quando os problemas psicológicos e psiquiátricos batem forte, o cara sai de si.


Por causa disso e de tudo o que descobriu, ganhou uma lista grande de desafetos e (espero que não) prováveis candidatos a acabar com a alegria dele. Logo agora que ele e Ruth estavam bem conectados um ao outro (até rolou declaração de amor entre eles… óin!!!), fiquei com aquela certeza fúnebre… alguém tentará o matar.


Dos candidatos, acho mais provável que seja Helen (jararaca de laquê!), mas não descartaria Marty, Ruth (embora improvável, seria algo possível) e a própria irmã, Wendy. Pelo nível de “WTF” dela com o irmão, acho que Wendy teria coragem de fazer isso… muito embora saiba que ele não é um cara mau, mas sim doente.



As cenas entre Ben e Wendy são sempre cheias de emoção, raiva, angústia, medo e desespero, em atuações fantásticas de Tom Pelphrey e Laura Linney, respectivamente. Aliás, preparem a caixa de lenços, pois fatalmente rolarão algumas lágrimas em certas cenas entre os dois. Laura vêm sendo o destaque, na minha opinião, desta terceira temporada… e digo mais, merece alguma premiação por causa disso! Ao lado dela, Tom também seria digno de uma estatueta, pois tem mandado muito bem!


Julia Garner já me ganhou, principalmente pelas atuações nos últimos episódios. O crescimento de Ruth na temporada é algo incrível e muito bem trabalhado. O fato de Ben ter surgido contribuiu muito para isso mas, para ser sincero, ela teria sido destaque da temporada mesmo que Ben nunca tivesse aparecido.


Mudando um pouco de personagem, quem está com uma pedra no sapato é Sam… o carrapato da agente Maya mudou de casaco agora e grudou nele! Sam (Kevin L. Jhonson) não escondeu a insatisfação e desconforto no cassino ao ver que Maya não desgruda do seu pé. Quanto à agente, já cheirou que tem coisa errada sobre isso… só não conseguiu achar a melhor forma de dar o flagra ainda.


Quem me deixou balançado no episódio de hoje foi Darlene. Embora achasse ela megera no início da temporada, hoje fiquei levemente tentado a vê-la como alguém disposta a ajudar. Não sei se isso é apenas por causa de Wyatt, se ela cheirou alguma boa oportunidade de concretizar sua vingança pessoal contra a família Byrde ou se tem bom coração.


Ela mostrou-se serena e calma, disposta a ajudar Ben e Ruth no que fosse possível… lembrem que foi por causa de Darlene que Ben conseguiu receber alta do hospital psiquiátrico. Ela e Wyatt estão dando todo o suporte necessário aos dois pombinhos no caso, e Ben até troca um papo interessante com Wyatt sobre Ruth. Vai saber!?!


O que vai pegar no próximo (e último) episódio é a rivalidade entre Helen e Marty/Wendy para conquistar e manter a confiança do cartel Navarro. Isso ficou bem claro no episódio, se focarmos nos diálogos envolvendo esses três personagens. Helen vai jogar os dois contra o cartel e o casal Byrde vai tentar convencê-los de que são mais importantes que a advogada… a treta vai ficar ainda mais tensa!


Para finalizar essa parte dos personagens, Helen já caiu (finalmente!) na real sobre Helen, quando diz a Ben que a advogada é perigosa. E Marty, em uma das fugas para proteger Ben de Nelson (capanga de Helen), revela ao cunhado que Helen o quer morto por causa das ameaças que fez a ela e à filha, Erin… e, também, por tudo o que ele descobriu e que, fatalmente, contará a outras pessoas.



Faltaram três personagens que deixei para o final, porque estava receoso do que poderia acontecer a eles após Ben ter contado tudo para Erin, principalmente no que se refere a um possível relacionamento entre ela e Jonah. Charlotte e o irmão são abordados por Erin logo no início e descobrem que Ben saiu do hospital psiquiátrico… obviamente, os dois são pegos de surpresa com a notícia.


Ao serem questionados por Erin sobre as atividades dos pais, Charlotte se mostra apreensiva em contar toda a verdade, mas Jonah parece querer revelar tudo de uma vez. E isso fica claro na cena seguinte, em que Wendy tenta convencer Erin de que tudo o que Ben disse era invenção, e Jonah chama a atenção da mãe, de forma repreensiva.


Aliás, Charlotte e Jonah bateram de frente com os pais sobre Ben e os possíveis desdobramentos da história. Na resenha sobre o episódio 2, eu coloquei minhas impressões de que a chegada de Erin traria os filhos de Marty e Wendy para frente dos holofotes… cantei a pedra e acertei no alvo!


O crescimento dos dois é impressionante, e a cada episódio eles ficam mais confiantes, decididos e conectados a tudo o que acontece… tanto que pedem a Erin para que ela só fale sobre o caso com os dois e com mais ninguém, nem mesmo com a própria mãe, uma vez que ela está envolvida até a ponta do cabelo no lamaçal.


Resumo da ópera: episódio quente, cheio de ameaças, denúncias, atritos e emoções… e com um final de quebrar o coração em mil pedaços… assista sem chorar, se for capaz! Só lembrando que o próximo episódio será o último, então, já reservem aquele remedinho para o coração, pois teremos um verdadeiro teste para cardíaco na saideira da temporada!



Por hoje é isso. Nos encontramos na próxima resenha!