NoEDC.jpg
Buscar
  • D. C. Blackwell

The Boys – O que esperar da terceira temporada



A famosa série de Eric Kripke se tornou um verdadeiro ícone das histórias adultas de super-heróis. E do jeito que a segunda temporada terminou e o recente anúncio do visual de Jensen Ackles (Sobrenatural) como Soldierboy na temporada que está por vir e que teve as gravações iniciadas em janeiro deste ano, fica o grande questionamento: Como vão ser as coisas daqui pra frente?


A adaptação dos quadrinhos de Garth Ennis e Darrick Robertson possui várias divergências com o produto original. Entretanto, a série parece manter a mensagem central e o clima da obra sem deixar a desejar na fidelidade quanto à ideia que torna a história uma parada de sucesso em ambos universos. Por isso, é interessante contar com algumas previsões dos gibis. A mais importante é sobre o destino de Billy Bruto. Nós sabemos que ele já não batia bem da cabeça antes mesmo de toda a treta com os supers, e isso fica ainda mais claro com o assassinato violento de Mesmer – personagem que só existe na série, inclusive. Nos gibis, o nosso anti-herói vira vilão mesmo, do mal, com tendências genocidas. A série nos deu uma prova dessa possibilidade quando o filho de Becca com Homelander acaba matando-a na luta contra Tempesta. O jeito como ele apenas olha para o garoto, segurando o pé de cabra... Boa ideia que não era. Estranhamente, foi sorte de Homelander interromper e recolocar os pensamentos de Bruto no lugar. Porém, não sabemos por quanto tempo ele vai conseguir continuar controlando essa violência e sede de sangue insaciável que ele tem.



Outro ponto importantíssimo dos gibis é a chegada de Jensen como Soldier Boy. Originalmente, o personagem foi o primeiro super-herói a existir e lutou pelos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial. Ele é um símbolo e uma celebridade e é o único que consegue bater de frente com Homelander em todos os aspectos. Se lendo isso você acha que o personagem pode ser uma notícia boa para os protagonistas, é bom repensar, porque também sabemos que ele não é flor que se cheire. Como disse antes, ele encara Homelander em TODOS os aspectos, inclusive na função de ser um babaca de marca maior. Dito isso, a maior possibilidade é que a dupla de “super-americanos” entre em algum tipo de conflito que irá causar problemas pra absolutamente todo mundo – inclusive da coitada da secretária, que já tá até sem cabelo! Alguém para um tratamento psicológico pra essa mulher.



Vale lembrar também que, embora a atriz Aya Cash, que interpreta Stormfront, tenha contrato apenas para a segunda temporada da série, Kripke já afirmou que a personagem está viva em algum lugar, e talvez ainda possamos ouvir falar dela no futuro. Renderia um bom “cash” pra Aya Cash, não é mesmo? E falando em personagens que podem voltar, o mesmo foi afirmado sobre “Love Sausage”, aquele super que deu um abraço super... especial no Leitinho de Mãe. Parece que não será um encontro de uma noite só!


Sobre os últimos momentos da segunda temporada e o que eles podem significar: Antes de mais nada, é bom falar da vereadora “Explode-Cabeças”. De qual lado será que ela está? Por que ela ajudou a Vought só para começar uma onda política contra a empresa de supers? Será que o plano dela era justamente promover a sua campanha com o caos alheio no mundo dos supers? Ou tem algo mais sinistro por trás, como uma aliança com Stan Edgar? Fica aí o mistério até a próxima temporada, que parece entrar com tudo em temas políticos recentes e certamente irá aproveitar essa cisão política global para satirizar vários eventos, como já fez no passado.


E vocês? Quais são suas teorias para essa próxima temporada?