NoEDC.jpg
Buscar
  • Angers Moorse

WandaVision - Episódio 3



Salve, salve, galera! Para quem achou os episódios 1 e 2 de WandaVision morninhos, daqueles tipo água com açúcar, pode começar a pular da cadeira. E, se você já surtou com esses dois episódios iniciais, prepare-se, pois o episódio 3 foi de explodir cabeças! Mas, antes de iniciarmos, preciso deixar dois avisos paroquiais.


O primeiro é: fique até o final da resenha, pois garanto que vale cada segundo da sua leitura (mesmo sendo um pouco longa). O segundo aviso é que a série está recheada de SPOILERS. Assim, se você ainda não assistiu aos três episódios, pare por aqui e retorne assim que os assistir. Mas se já viu, seja muito bem vindo à piração!


O episódio 3 começa exatamente onde o episódio 2 termina, ou seja, já colorido e com a gravidez de Wanda. E um dos pontos que mais impressiona os moradores da pacata cidade de Westview é a velocidade da gravidez… ou será que não?


O lado cômico da série continua muito presente, o que não deixa o episódio moroso em momento algum. Pelo contrário, a dinâmica entre Elizabeth Olsen e Paul Bettany é fantástica. Para quem já curtia os dois nos filmes da Marvel, vai amar eles ainda mais na série.


Gostei muito da pegada anos 70 do episódio. E o que é mais incrível é a perfeição em cada detalhe para caracterizar o episódio à década proposta, desde objetos de decoração, cores, vestuário, maquiagem, cenários e trilha sonora. Cada detalhe é pensado com muito carinho e objetividade, o que já torna a série pra lá de fantástica.



A trama gira em torno da gravidez de Wanda e de como Visão reage durante todo o período de gestação que, por sinal, é bem rapidinho (o que valeu uma piada bem bacana de Visão sobre isso). Para dar suporte clínico aos dois, o médico da cidade (interpretado por Randy Oglesby) confirma aos dois pombinhos o óbvio: ela está grávida… mas não revela que são dois bebês.


Com as presenças sempre marcantes de Herb e Agnes e da nova “amiga”, Geraldine, temos várias tiradas cômicas e muitas piadinhas no episódio. Aliás, os momentos entre Wanda e Visão são de explodir o fofurômetro (óinnnnnn!!!)! Elizabeth Olsen estava maravilhosa do início ao fim do episódio, o que não significa que ela não tenha sido fantástica nos dois episódios anteriores. É que, neste, as cores realçaram ainda mais a beleza da atriz e a deixaram quase que hipnótica, impossível de não se apaixonar por ela (coração surtando aqui)!


Ok, temos muita comédia e um show de fofura dos nossos protagonistas. Mas e a parte boa (você deve estar se perguntando agora)? Lembra de quando eu falei que o episódio era de explodir cabeças? Pois bem, prepare-se para as referências e pancadas desde os créditos iniciais até o final do episódio!


Logo na abertura, vemos várias cenas passando dentro de um formato hexagonal, mesmo formato dos brincos de Geraldine (Monica Rambeau). Essa referência aparece em outras partes do episódio, e é uma alusão à A.I.M. (Advanced Idea Mechanics, ou Ideias Mecânicas Avançadas, em tradução livre), uma organização secreta criada inicialmente pela nos anos 60 e, posteriormente, separada dela por divergências políticas.


Essa organização surgiu nos quadrinhos pela primeira vez na revista Strange Tales #146, em julho de 1966. O interessante é que sua história nos leva a pensar em algumas teorias, já que ela foi responsável pela criação do Cubo Cósmico (tô sentindo que vai ter ligação com a série Loki), O Super-Adaptoide e o vilão MODOK (será que é ele quem está por trás de tudo isso, para surpresa geral???).


Outro ponto importante é que os trajes da organização assemelham-se muito a trajes de apicultores, o que nos leva a crer que o sujeito misterioso que apareceu saindo do bueiro no final do segundo episódio seja da A.I.M. Nesse caso, fica a dúvida: quem seria essa pessoa? De início, achamos que Monica Rambeau seja da S.H.I.E.L.D. ou S.W.O.R.D. mas se foi ela quem apareceu lá usando o traje, pode ser que ela seja uma agente dupla (viajando na maionese aqui).


Só que, com a perda de poder da organização ao longo dos anos, ela passou a ser uma colaboradora freelancer para desenvolver armas e tecnologias para outras instituições… talvez a S.H.I.E.L.D. ou S.W.O.R.D. ou, quem sabe, a própria HYDRA. Quanto a isso, só saberemos mais à frente.


Voltando às referências, ainda na abertura, vemos Visão andando pela rua e lendo um livro sobre gravidez, cuja capa é (adivinhem!?!) vermelha. Pelas teorias da internet, a aposta é que seja mais uma referência a Mephisto, mas, olhando bem para a capa, tá mais com cara de uma bruxa… Agatha Harkness, será? Outra pulga mordendo: por que novamente na cor vermelha??? Não poderia ser branca, azul, rosa, amarela… tinha de ser vermelha? Aí, vejo duas explicações: ou a cor refere-se aos poderes da Feiticeira Escarlate ou vai rolar sangue (morte) na série.


Falando nos poderes dela, a casa de Wanda e Visão é sempre diferente, seja na cor ou seja no paisagismo e em alguns detalhes de sua construção, mostrando que a realidade vem sendo manipulada a cada novo episódio. Se essa manipulação é feita pela própria Wanda ou por outra pessoa, isso ainda é um mistério para mim.



Coisas estranhas não faltaram no episódio e, sem dúvidas, uma das mais bizarras foi a reação estilo “piloto-automático” de Herb cortando o muro. Pareceu muito mais um break, uma falha na realidade de Wanda e Visão, que um pedido de socorro dele, como vi em alguns canais teorizando pela internet.


Além disso, rolou a cena das borboletas ganhando vida enquanto Wanda montava o berço do futuro bebê. Ao afirmar que não foi ela quem fez isso, podemos teorizar duas hipóteses, ou foi um dos filhos que, ainda na barriga da mãe já mostrou os poderes (ao que parece, Wanda e Visão ainda não sabiam que eram gêmeos), ou que alguém externo está manipulando.


Duas das contrações de Wanda acabaram causando interferências e várias ocorrências estranhas, como luzes acendendo e apagando, eletrodomésticos funcionando sozinhos e até chuva dentro da casa. Falando na chuva, a vinda de Geraldine pedindo um balde emprestado a Wanda foi algo muito suspeito também (você já vai entender o porquê). Aliás, Geraldine foi a campeã de referências e surtos do episódio… matou a pau!


Mais uma coisa bizarra do episódio: desde quando Visão tem poderes de supervelocidade??? Do nada, ele resolve ir atrás do médico quando a bolsa de Wanda estoura, e na base da supervelocidade a la Mercúrio… quero só ver como a Marvel vai explicar isso. E mais estranho ainda é o que o médico diz quando fala que ele e a esposa não iam mais viajar porque era difícil escapar dali… Visão já ficou grilado.



Por falar em Visão, o grilo cantou bastante na cabeça dele e até Wanda ficou apavorada por conta disso. Ao conversar com a esposa sobre os fatos estranhos ocorridos e que talvez tivesse algo errado, a expressão de pavor dela é visível, e isso faz com que um corte brusco na realidade surja.


E o mais estranho foi a forma como essa ruptura aconteceu, muito diferente daquela no final do segundo episódio. Começo a pensar que aquela primeira mudança da realidade não foi causada por Wanda e que a deste terceiro episódio, sim, foi por conta dela.


E por que penso isso? Simples, pode ser que a pessoa com o traje de apicultor ainda esteja dentro da realidade dela e, se fosse Wanda quem tivesse feito a mudança na realidade, a pessoa teria sumido de vez. Como acredito que ela ainda esteja dentro da realidade (quem sabe, a própria Monica Rambeau), não seria possível ter sido feita por Wanda… senti cheiro de neurônio fritando aí? Calma, que as coisas ainda ficam piores.


Em uma das cenas de Visão, ele vê Agnes cochichando no muro (o mesmo, cortado de forma bizarra) com Herb e, se você prestar bastante atenção na conversa, é possível ouvir “Você viu ela passando lá?”, “Não, não vi… mas acho que ela passou direto” e “Tem alguma coisa estranha ali”.


Essa conversa reforça minha teoria de que era Monica Rambeau passando com os trajes de apicultor pela barreira de energia que separa as duas realidades e que, de alguma forma, ou Agnes e Herb são agentes infiltrados ou Agnes é realmente Agatha Harkness e Herb é o próprio Pesadelo ou Mephisto (não podemos descartar essa possibilidade também).


E tem mais coisa: quando Visão pergunta sobre o apagão causado por Wanda e sobre o marido de Agnes (que não foi apresentado até agora), ela diz que o marido é mais bonito no escuro… ou o cara é feio pra caramba ou é o próprio demônio (Mephisto na jogada again!). Para complicar mais, ela diz que Geraldine não é casada, não tem trabalho e é nova na cidade… e o pior, nem casa tem… WTH!?!



Quando Herb tenta contar algo a Visão, ele é impedido por Agnes, que faz com que os dois saiam de fininho e Visão fique com mais grilos cantando. Visão até tenta obter alguma informação, mas ainda não é dessa vez… ele já começou a perceber que tem coisa estranha acontecendo.


Outra cena bizarra foi a de Wanda tentando esconder sua gravidez de Geraldine quando ela vem pedir o balde emprestado. A cegonha na parede do quarto do bebê ganha vida (não sabemos quem fez isso) e resolve dar uma de penetra na conversa das duas. O bizarro é que toda vez que Wanda tenta apagar a cegonha da realidade, ela é coberta por uma nuvem (novamente!) vermelha e não desaparece. Ou seja, tem algum capiroto manipulando a realidade de Wanda e ela meio que já se tocou que tem alguém na jogada.


Um pouco depois, vemos Wanda entrando em trabalho de parto e Visão indo atrás do médico (já falamos sobre isso há pouco). Enquanto isso, Geraldine acaba participando do parto do primeiro filho do casal, em meio a uma série de acontecimentos bizarros. Visão e o médico chegam a tempo do segundo parto e, quando tudo parecia acabar bem, aí que as coisas ficam malucas de vez!


Para complicar, temos a primeira menção de Wanda ao irmão Pietro, morto em Vingadores: A Era de Ultron. Depois do nascimento dos gêmeos (sim, Tommy e Billy, ou Wiccano e Célere chegando na parada!), Wanda lembra que ela também é gêmea e que seu irmão era Pietro… e começa a cantar uma música tradicional de Sokovia (assista a essa cena com o áudio original… até o sotaque de Wanda muda). Será que teremos o Mercúrio revivido em breve? Ou será o Mercúrio de outra realidade, com o ator Peter Evans?


E Geraldine faz a maior caca depois disso, perguntando à Wanda se Pietro havia sido morto por Ultron… pra quê mexer com quem tá quieto?!? Nem preciso dizer o que acontece depois… se você tem medo do bicho papão, ele será um ursinho de pelúcia perto da Wanda (relembrando seu lado Feiticeira Escarlate)!


Quando Visão pergunta sobre Geraldine, Wanda diz ao marido que a “amiga” fez uma viagem somente de ida, ou seja, Wanda dá um pé na bunda de Monica Rambeau para fora dali… foi cutucar o vespeiro e acabou levando ferroada. E sobre as referências de Geraldine? Não esqueci delas.


Além dos brincos em formato hexagonal (A.I.M.), ela ainda usa uma corrente com o símbolo da S.W.O.R.D. e um anel com o símbolo da S.H.I.E.L.D. (Monica Rambeau virou agente tripla agora???). Só que o mais louco é que quando Wanda mete uma pressão nela, ela diz que não sabe como veio parar ali, o que bugou meu cérebro novamente.



Se não foi ela quem atravessou a realidade usando o uniforme da A.I.M. no final do segundo episódio, quem será o visitante misterioso da realidade de Wanda e Visão? E como diabos ela não sabe como veio parar ali? Geraldine até tenta desconversar, mas acaba se entregando mais que devia e Wanda já pesca que tem truta no lago.


O episódio acaba em um cenário atual, com a placa da entrada de Westview e Geraldine (Monica Rambeau) voando da realidade de Wanda para o mundo real. Detalhe: na realidade de Wanda, o dia está claro, mas, ao atravessar a barreira, já é de noite ou de madrugada, deixando nítida a diferença entre as duas realidades. E mais, percebemos um campo de força e uma estrutura militar em volta.


Ainda não sabemos quem está ali nem vimos o agente Jimmy Woo, que apareceu nos trailers da série. Outro detalhe que não apareceu ainda foi como Geraldine foi arremessada por Wanda e atravessou as duas realidades, nem a cena de Agnes dizendo a Visão que ele está morto. Provavelmente, serão cenas do próximo episódio, que promete ser insano!


Para finalizar, não podemos deixar de falar sobre o comercial do episódio, falando sobre o sabão Hydra (já ligou o desconfiômetro?). As citações “Você leu a minha mente”, “Fuja para um mundo totalmente seu, onde seus problemas desaparecem”, “Quando você quer fugir mas não quer sair do lugar” e “Descubra sua deusa interior” mostram que a mensagem subliminar é diretamente direcionada para Wanda.


Novamente, o mesmo casal apresenta os comerciais que, segundo as teorias, são os pais de Wanda e Pietro. Segundo o diretor Kevin Feige, eles serão explorados durante a série e, quem sabe, esses comerciais sejam memórias deles criadas por Wanda (ou por alguém que a está manipulando).


Uma coisa que me ocorreu agora lendo a resenha e, após ver tantas referências à Hydra, fico pensando se a série terá alguma ligação com o filme Viúva Negra, uma vez que ela já foi capturada e usada pela organização como agente dupla. Talvez, WandaVision faça até uma conexão com o filme Shang-Chi and the Legend of the Ten Rings. Do jeito que a viagem está louca, não duvido de mais nada acontecer.


Resumo do episódio: se você bugou com a série Dark e gosta de torrar seus preciosos neurônios, WandaVision é a série perfeita para você! Aqui, qualquer teoria é possível e todos são suspeitos, incluindo nossa dupla de protagonistas… talvez, nem mesmo o Visão seja real, apesar de que rola uma possibilidade de ele ter sido revivido pela Feiticeira Escarlate com o auxílio da Shuri… só falta ela aparecer por aqui também.


Enfim, a Marvel não está para brincadeiras e já começou a Fase 4 do UCM mostrando que teremos muita coisa doida, épica e mitológica chegando pela frente. E não fiquem assustados com o tamanho das nossas resenhas… cada episódio em si pode ser resumido em seis ou sete parágrafos, mas todo o restante da resenha estará focado nas referências, easter eggs e teorias (que não são poucas não).


Lembrando que a Disney optou por liberar um episódio por semana. Assim, teremos resenhas semanais de WandaVision aqui no site. Então, deixe aquele balde com gelo do lado do sofá, porque seus neurônios ainda vão fritar bastante até o último episódio da série!