NoEDC.jpg
Buscar
  • Gisele Alvares Gonçalves

Zoey's Extraordinary Playlist - S2E11



E aí, extraordinários… Tudo bem com vocês? Eu acredito que sim, afinal a nossa série preferida continua com uma vibe incrível, com músicas de tirar o fôlego e com coreografias maravilhosas! Destaque, é claro, para Don’t Stop Me Now e para Overwhelmed. Pois é, como vocês podem ver, eu tenho preferência para os grandes números em detrimento às cenas musicais mais intimistas. Em minha defesa, eu fui integrante de um coral por muito tempo, então arranjo de quatro vozes ou mais sempre vão me fascinar.


Ponto para as músicas… Mas a Zoey acabou perdendo umas estrelinhas comigo, pois a forma como ela está tratando o Simon está me dando nos nervos. Em primeiro lugar, todo esse esforço para ela dar atenção ao seu namorado está tão artificial que faz eu me perguntar se ela realmente sabe o que é um relacionamento. Cara, para mim não é um esforço tão grande fazer algo pelo meu marido! Assim como, para ele, também é natural querer me agradar. É uma via de mão dupla, sabe? E a Zoey simplesmente não está ligada no Simon o suficiente para ter este tipo de interação com ele. É uma pena ter que dizer isso, afinal eu sou Zimon até o final da vida, mas a gente não está aqui para omitir a verdade. Vou ter que engolir este sapo, e torcer para que a Zoey amadureça e realmente sinta algo mais profundo pelo meu crush eterno.


Claro, eu ainda penso que ela pode simplesmente contar sobre seus poderes para o Simon, e com isso provavelmente vai surgir uma maior intimidade entre eles. Até porque, se o cara souber, quando acontecer um incidente musical a ruivinha vai poder simplesmente comentar com o homem sobre isso, e ele vai entender por que ela fica esquisita do nada. Eu sei, é difícil revelar algo assim para o namorado, ainda mais depois do trauma do Max e tal, mas não consigo parar de imaginar como seria a relação dela com o Simon se ela contasse sobre seus poderes. Espero não me decepcionar com a série quando isto realmente acontecer.


Mudando de saco para mala, vamos falar do dronephone. Confesso que essa me pegou de surpresa! Eu jurava que ia acontecer algo clichê do tipo “os dois projetos são excelentes, então vamos apresentar os dois para o chefão” e tal. Quando a Zoey anunciou o vencedor eu dei um berro, ainda mais quando o Leif saiu lá de trás com uma cara de “like a boss”! Eu fiquei de queixo tão caído quanto o Tobin e a Mckenzie. Falando nestes dois… Finalmente eles se pegaram! Nossa, fiquei muito feliz, e vocês sabem disso. Estou ansiosa para ver este relacionamento se desenvolver.


Quanto à amizade entre a Maggie e a Deb… Bom, eu gosto muito da Deb, adoro a atriz que a interpreta, então estou gostando bastante das cenas delas, apesar de achar que essa trama está correndo um sério risco de ficar um pouco bobinha. A música Rich Girl foi muito divertida (apesar do vocal pobre, o arranjo do dueto ficou bem bom), mas eu esperava que essa questão do cassino fosse se desenvolver para um drama mais intenso. É, estou vendo que continuam sem saber o que fazer com a Maggie. Primeiro tentaram botar ela para interagir com a Jenna, e logo descartaram a ideia, e agora estão botando ela nessa trama muito interessante sobre vício de jogo, mas correm o risco de botar esse plot pelo ralo também, ao tornar muito leve uma história que pede dramaticidade. Vamos ver o que acontece até o final da temporada… Eu espero que voltem a trabalhar a mãe da Zoey da forma como tem que ser, com seriedade e compromisso, e não simplesmente fazerem da personagem um rato de laboratório, testando ela em tudo quanto é interação para ver se uma funciona.


Enfim, chegamos ao âmago do episódio, que foi a relação entre Zoey e Max. Cara, esse papo de perda não colou para mim, não… E olha que eu sou Zimon! Mas, assim como o meu crush preferido, eu também acho que a ruvinha ainda tem sentimentos pelo seu melhor amigo, e isso está me incomodando mais do que eu pensei que incomodaria. Cara, não posso acreditar que o ship da minha vida está correndo o risco de acabar, antes mesmo de começar para valer! Eu realmente espero que a Zoey descubra seu amor pelo Simon antes que seja tarde demais, e antes que eu quebre o lap top ao jogá-lo longe em uma cena Zax. Sabe como é, comprar um lap top é caro nesses dias, e eu realmente espero não ter que desembolsar essa grana de novo até o final do ano.



E aí, o que você achou do episódio? Concorda comigo que a Zoey não está sabendo ser uma boa namorada para o Simon? E em relação ao Max, também acha que ela ainda gosta do cara? Comente aí embaixo sua opinião sobre o assunto, estou ansiosa para conversar com você! Enquanto isso, deixo um beijo e um queijo para vocês, e uma vontade imensa de que possamos nos encontrar nas próximas resenhas. Até a próxima!